“Sing” é um livro divertido, mas parece uma fan fic da carreira da Taylor Swift

EM Resenhas
yasmin
3 semanas atrás

sing-vivi-greeneLivro: Sing – Uma Canção Sobre o Amor
Autor: Vivi Greene
Tradutor: Joana Faro
Notas: 3,5/5
Editora: HarperCollins Brasil
Páginas: 272

O que você faria se aquilo que você mais gosta começasse a atrapalhar a sua privacidade?

Lily Ross tem a vida dos sonhos de qualquer garota, ou pelo menos é assim que parece… Depois de seu primeiro CD ter feito um sucesso que ela nunca imaginou, Lily parou de ser uma simples garota para ser uma Super Star e, devido ao sucesso tremendo, ela também precisa lidar com as constantes fofocas, a falta de privacidade e tudo mais que essa vida de sucesso lhe reservou, ainda mais quando seus relacionamentos fracassados lhe rende discos de platinas. Agora, depois de mais um término, Lily está cansada de ser essa garota, então juntamente com suas amigas, Lily aceita passar um verão numa pequena ilha, e lá ela pretende se descobrir, quer dizer, isso até conhecer o charmoso e normal Noel Bradley.

“Sempre sinto arrepios quando ouço alguém falar da minha música como algo público. Coloco tanto de mim nas composições que às vezes me esqueço de que outras pessoas vão ouvi-las.”

Desde o primeiro momento que li a sinopse desse livro já fiquei animada para ler essa história, e embora tenha amado o livro, a trama me pareceu uma boa fan fic que mistura um pouco a vida da cantora Taylor Swift – afinal de contas ela é conhecida por suas canções irritadas sobre seus fim de relacionamentos – com uma pitada daquele filme da Disney, “Star Tuck – Meu Namorado É Uma Superestrela”.

Sing-Vivi-Greene1-post

“Sing” é um romance adolescente muito divertido que mostra o amadurecimento dessa garota que de repente teve sua vida virada de ponta cabeça e encontrou nas suas amigas e na sua família um jeito de passar essa fase, no entanto, esse arremedo não dura para sempre e é aí que a trama se desenvolve, quando ela percebe que na verdade sua vida se tornou pública demais, e mesmo ela adorando seu trabalho e seus fãs, Lily precisa descobrir quem é longe dos holofotes, sem se envolver em qualquer relacionamento, para assim encontrar uma maneira de escrever novas letras, músicas que não representam apenas fins de relacionamentos.

“Esse novo disco precisa ser diferente. Não é possível que eu seja apenas uma namorada, uma solitária deixada para trás.”

Lily é uma adolescente que tenta ser normal, mas isso é impossível na vida dela, então ela precisa encontrar um equilíbrio entre ser uma Super Estrela e ser uma garota normal. Noel, por outro lado, é o típico garoto do interior responsável – esse momento me lembra muito o filme da Hannah Montana, tanto que tem uma cena idêntica ao filme – então ele se torna um equilíbrio na vida de Lily. Suas amigas não são apenas suas amigas, são suas agentes, assessoras e tudo mais o que a estrela Lily Ross precisa, então é interessante quando elas começam a crescer e ganharem suas próprias voz.

Gostei do livro, mas como falei, é uma mistura de vários clássicos adolescentes com uma protagonista que lembra muito a história/carreira da Taylor Swift.

yasmin
Sobre yasmin

Uma menina apaixonada por livros e que com eles já conseguiu passar por situações muitas vezes impossíveis.Curso a faculdade de jornalismo.

 

COMENTÁRIOS