“Miga, sua louca!” está bem longe de ser APENAS um livro infantojuvenil

EM Resenhas
yasmin
2 semanas atrás

Miga-Sua-Louca-Juliana-Costa-Luiza-CostaLivro: Miga, sua louca!
Autor: Juliana Costa, Luiza Costa
Nota: 3,5/5
Editora: Universo dos Livros
Paginas: 240

Um livro que fala sobre o valor de errar, pois é assim que vamos conseguir aprender e crescer!

Yara, também conhecida pelas suas amigas como Yaya, é a menina certinha da turma, nunca namorou, nunca beijou e nunca transou; cansada de ser a última, ela decide mudar radicalmente seu comportamento e assim criar mais coragem no departamento relacionamentos. No entanto, isso não funciona da maneira que ela imaginava, e entre tantos altos e baixos, Yara pode contar com a sua melhor amiga Alexia, que mesmo se mudando para longe, se tornou sua confidente de cartas – um jeito todo especial que eles decidiram se comunicar -, mas Yaya só precisa tomar cuidado e ler com muita atenção às dicas da Alexia, senão pode se machucar profundamente.

“Felicidade não dura para sempre, mas tristeza também não. Na verdade, às vezes me pergunto se felicidade de verdade não envolve aceitar as indecisões e incertezas. Aceitar que alguns dias vão ser melhores, mas outros vão ser piores.”

“Miga, sua louca!” foi uma leitura que me irritou profundamente no começo até o meio da história, afinal, é quando a protagonista comete os erros mais idiotas e que poderiam ter sido resolvidos com uma simples conversa; mas que me surpreendeu do meio para o final por abordar temas adultos e importantíssimos para serem debatidos, sem perder toda essa loucura e sequência de cagadas que a Yara comete, porém, também sem perder a esperança de que a Yara vai conseguir perceber os seus erros e se tornar uma pessoa melhor, mais determinada.

Miga-Sua-Louca-Juliana-Costa-Luiza-Costa1

As personagens, melhores amigas, são o equilíbrio perfeito de inocência com experiência vivida; enquanto Yara está aproveitando tudo de novo agora (os relacionamentos, as festas, as bebidas, a sua recém-adquirida maioridade), a Alexia é completamente o oposto, ela dá dicas super úteis e importantes, que infelizmente a Yara simplesmente ignora em alguns momentos, mas são dicas que podem se encaixar na vida de qualquer pessoa, tanto que me identifiquei muito com algumas dessas importantes opiniões da Alexia.

“Presta atenção, Yara! Autoestima é tudo, miga: te deixa muito mais bonita do que qualquer maquiagem e muito mais sedutora que um corpo bonito.”

Esse é o legal do livro, dessa perfeita junção da Juliana Costa & Luiza Costa, elas souberam dar orientações importantíssimas não só para quem está com 18 anos, ou para os adolescentes, mas para qualquer mulher que se sente traída e culpa outra mulher invés do cara, para uma mulher que está insegura e acaba cometendo uma série de erros e, principalmente, para aquelas pessoas que têm muito medo de errar – quer ser uma pessoa perfeita, para agradar a todos – mas nisso acaba se perdendo e não evoluindo, pois é com os erros que nós crescemos.

Então, “Miga, sua louca” não é apenas um livro juvenil, ele é um livro incrível para qualquer mulher que precisa de uma segunda opinião.

yasmin
Sobre yasmin

Uma menina apaixonada por livros e que com eles já conseguiu passar por situações muitas vezes impossíveis.Curso a faculdade de jornalismo.

 

COMENTÁRIOS

  • Lara Caroline

    Oi Yasmin!
    Gostei da premissa do livro, e acho inclusive que toda adolescente deveria ler para ver as dicas dadas pelas autoras. Nesta fase as pessoas costumas a sentir perdidas, e um livro como este pode ser um grande amigo.
    Beijos

  • Leonora Oliveira

    Achei bacana que o livro vai além de um livro juvenil e traz a importante mensagem para a mulher que necessita de uma segunda opinião.
    Mudar de vida assim, de uma menina doce e quieta para uma garota que não quer mais medir os desafios da vida principalmente nos relacionamentos deve ser muito legal de acompanhar.
    Beijos!!

  • Alessandra Fernandes

    É muito bom ter uma amiga confidente, né? Melhor ainda quando ela nos dá dicas através de cartas! Amei!!
    Mesmo que a leitura tenha de irritado até a metade do livro, foi bom ver que depois a história te surpreendeu com temas adultos e boas orientações.
    Dica de leitura anotada! Quero conferir essa história em breve!
    Bjos!

  • Obrigada pela crítica ao nosso livro! E isso de se irritar com as burrices da Yara é verdade, as vezes quando eu dava o conselho (através da Alexia) ficava meio assim também (#migaparacetaloka) kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Porém, infelizmente são ”burrices” que muitas, mas muitas meninas cometem, e ainda que tal como você, eu concorde que ”apenas uma conversa bastaria”, na prática não é bem assim =(. Esse livro foi também inspirado nos meus anos como conselheira no Pergunte a uma Mulher e infelizmente, tem gente que precisa de muito mais do que uma conversa para melhorar: precisa aprender com a vida. Se foder mesmo, sabe? E foi isso que a Yara viveu, ainda que claro, tenha ouvido um conselho ou outro (amém aleluia irmão! kkkk).
    Enfim, é um livro que gostaria que minha filha lesse: será que um dia terei uma? kkk
    Obrigada novamente!
    Luiza

  • Ju Costa

    Yasmin! Nossa, adorei, linda! Feliz que você tenha gostado no final, mesmo que o começo tenha te irritado hahah <3 A gente tentou se inspirar em algumas burradas que fizemos ou vimos colegas fazer: mas você tá certíssima, muitas vezes são coisas que uma conversa resolveria.
    E nossa! Fiquei muito muito feliz que você achou que ele vai além de um infanto juvenil e dá umas dicas legais sobre assuntos importantes! Era isso que a gente queria e ver que foi recebido assim (mesmo que da metade pro fim hahah) é tudo de bom!
    Beijo gata!