“À Procura do Par Perfeito” é um romance que desmistifica padrões pré-estabelecidos

EM Chick-lit
yasmin
4 semanas atrás

A-Procura-do-Par-PerfeitoLivro: À Procura do Par Perfeito
Autor: Jennifer Probst
Tradução: Juliana Romeiro
Série: À Procura de Alguém – Livro 2
Nota: 4/5
Editora: Paralela
Páginas: 272

Romance, diversão e cenas picantes fazem desse chick-lit uma maravilhosa leitura!

Kennedy Ashe é a consultora de moda da Agência Kinnections, ela é a responsável em ajudar os clientes em criar autoestima com uma mudança radical de roupa, comportamento e maneira de se portar, tudo pelo que ela batalhou na sua vida. Apesar de ser apaixonada pelo seu emprego, faz tempo que Ken não se entrega para uma grande revolução, mas conhecer Nathaniel Ellison Raymond Dunkle, também conhecido como Nate, vai fazer com que sentimentos que nunca imaginou serem possíveis brotarem quando está do lado desse nerd. A pergunta é: ela vai deixar esses sentimentos florescerem ou seu passado ainda vai assombrar o seu presente?

“Um cientista espacial nerd é rico que quer se casar e encontrar a parceira ideal. Aquilo era seu canto do cisne, sua Eliza Doolittle, um feito que a consagraria, o desafio de uma vida.”

“À Procura do Par Perfeito” é mais um incrível romance da Jennifer Probst, um chick-lit incrível que consegue dosar momentos de romance, sem ser piegas; engraçado, mas com a comédia necessária sem ser extravagante; e com momentos picantes, mas sem se tornar um romance erótico. A única coisa que não gostei, e também o motivo por eu não ter dado CINCO estrelas para o livro, foi por achar a trama muito parecida com a do primeiro livro da série, a única coisa que mudou corresponde ao sexo em que essa personalidade de não aceitar se manifestou – no primeiro foi Slade, nesse foi a Kennedy.

A-Procura-do-Par-Perfeito1

Kennedy é uma personagem incrível, a quantidade de camadas que ela esconde por debaixo dessas roupas e da maquiagem fazem dela uma pessoa incrível de se conhecer, a cada camada criamos uma nova opinião sobre essa protagonista. Nate, por outro lado, é a réplica perfeita do Nerd trabalhador, alguém que se preocupa mais com o emprego do que com a aparência, então esse equilíbrio que vai sendo criado ao longo da história desmistifica um padrão que está tão enraizado nas nossas cabeças. Na verdade, esse é o legal da Jennifer, porque ela pega um padrão, destrói e reconstrói mostrando que o que molda a pessoa é a sua história, não a imagem que passa.

“A raiva que Nate sentiu da resposta o pegou de surpresa. Estava sentado em frente a uma bela mulher, inteligente, engraçada e totalmente fora do alcance.”

Podemos falar sobre referências? A Jennifer Probst pelo visto adora, pois ela colocou vários em “À Procura de Alguém” e repetiu nesse livro, dessa vez a referência que ela adora citar é sobre o musical “My Fair Lady”, que eu nunca assisti, mas fiquei morrendo de curiosidade.

O livro é narrado em dois pontos de vistas, temos as perspectivas de Kennedy e do Nate, então podemos conhecer melhor cada um dos personagens. O melhor de tudo? Assim como o primeiro, a história desse casal se encerra aí, então você pode ler sem ficar com dor de cabeça, e pode ler a série fora da ordem também, basta escolher qual casal você mais gostou.

yasmin
Sobre yasmin

Uma menina apaixonada por livros e que com eles já conseguiu passar por situações muitas vezes impossíveis.Curso a faculdade de jornalismo.

 

COMENTÁRIOS

  • Lara Caroline

    Oi Yasmin, tudo bem?
    Apesar de não curtir muito esse gênero, eu gostei bastante da premissa. Gosto quando o livro passa uma lição e não apenas conta uma história engraçadinha. Os personagens parece que foram bem construídos e a história deve ser aquelas bem gostosinhas de ler. Adorei!
    Beijos

  • Paola Maisi

    Não leio muito desse gênero mas, apesar de ter essa pequena semelhança com o primeiro livro, parece tirar boas gargalhadas. Também gosto de quando mostram um jeito da pessoa diferente, mostrando que ela não é o que tem por fora e sim suas histórias, como você disse, acho que isso da um ar diferente no livro e nos faz pensar. Apesar de não ler muitos livros assim, gostei, parece ser bem engraçado.

  • Alessandra Fernandes

    Jennifer Probst não decepciona, não é mesmo? Não li nenhum destes livros ainda, mas já estão entre os desejados. Gosto quando um autor cria uma história de superação, romance e aquela pitada de sexualidade que deixa tudo ainda mais emocionante. Essas diferenças de personalidades entre os personagens também é um ponto forte para a trama. Lerei assim que possível.
    Bjos!

  • Leonora Oliveira

    Acho bacana quando publicam uma série sem ser necessariamente em ordem. Achei ainda mais bacana esse livro. Não me lembro de ter visto antes mas gostei da resenha. É muito legal quando tem dois pontos de vista, assim conhecemos os reais sentimentos dos personagens, como disse.
    O sapato na capa está muito chique e sexy. Gostei também!
    Beijos!!