“Quando a Bela Domou a Fera” é um livro que ficou na zona de expectativas

EM Resenhas
yasmin
3 meses atrás

Quando-a-Bela-Domou-a-Fera-Eloisa-JamesLivro: Quando a Bela Domou a Fera
Autora: Eloisa James
Tradutora: Talitha Uba
Nota: 3,5/5
Editora: Arqueiro
Páginas: 320

Antes de começar a resenha, quero esclarecer um ponto, esse livro NÃO É UMA RELEITURA DO CLÁSSICO “A Bela e a Fera”, como a própria autora esclarece em nota no final do livro.

Considerada a beldade da temporada, Linnet vê a oportunidade de encontrar um bom partido ser destruída quando boatos sobre a sua castidade começam a ser questionadas pelas matronas inglesas, afinal, ela dormiu ou não com o príncipe? Devido aos boatos, seu pai e sua tia decidem oferecer a mãe de Linnet para o conde de Marchant, um homem intratável que adquiriu ao longo dos anos o apelido de Fera… Piers Yelverton, o conde de Merchant, é um médico brilhante, porém, se tornou uma pessoa insuportável, e a última coisa que ele deseja é se casar, ainda mais com a noiva escolhida pelo seu pai, quer dizer, tudo isso antes de conhecer Linnet.

“Era isso que tinha dado a ele o apelido de Fera – aquela expressão arrogante, como se ele fosse mais inteligente do que qualquer outra pessoa na sala. Mesmo assim, ela conseguia enxergar uma bondade nele que contradizia sua fama.”

Apostando em mais uma autora best-seller, a Editora Arqueiro traz o primeiro livro dessa série de releituras misturados com romance de época escritos pela Eloisa James, no entanto, para aproveitar o sucesso em torno de “A Bela e a Fera”, a editora escolheu começar pelo terceiro volume da série, o que não foi muito inteligente, pois é visível a correria que foi para traduzir e preparar esse livro.

Quando-A-Bela-Domou-A-Fera-Eloisa-James1

“Quando a Bela Domou a Fera” não é uma releitura de “A Bela e a Fera” – algo que fiquei bem decepcionada, porque era isso o que eu esperava da história -, mas é uma trama que tem os personagens baseados na série de TV americana “House”. Então temos um Piers, que devido ao acidente quando criança e que deixou sequelas na perna, não consegue se locomover sem a ajuda da sua bengala e se irrita facilmente, colocando assim a culpa do seu temperamento na dor na perna. Já Linnet não tem nada de Bela, pelo contrário, ela tem um temperamento tão agressivo quanto o dele.

“À sua maneira, Linnet era a versão feminina dele próprio: detestável, bonita demais, inteligente demais, mordaz demais.”

As conversas entre o casal são incríveis, cheias de sarcasmo, pitadas agressivas e extremamente honestas, porém, isso não conseguiu melhorar a sensação que eu tive de a trama ter passado rápido demais. Eu gostei do livro, mas as minhas expectativas estavam muito mais altas afinal, era um conto de “A Bela e a Fera”, e Eloisa James foi recomendada por ninguém menos que Julia Quinn, então esse livro ficou muito mais na zona de expectativas, só resta saber se os outros livros da série vão conseguir superar essa história.

yasmin
Sobre yasmin

Uma menina apaixonada por livros e que com eles já conseguiu passar por situações muitas vezes impossíveis.Curso a faculdade de jornalismo.

 

COMENTÁRIOS