#SemanaJuliaQuinn – “A Soma de Todos os Beijos”

EM Resenhas
leilane
3 meses atrás

A Soma de Todos os Beijos - Julia Quinn

Livro: A Soma de Todos os Beijos
Autor: Julia Quinn
Tradutor: Ana Rodrigues
Série: Quarteto Smythe-Smith – Livro 3
Nota: 5/5
Editora: Arqueiro
Páginas: 272

Em um momento de embriaguez durante um jogo de cartas, Lorde Hugh Prentice, um exímio matemático muito confiante em suas habilidades e que nunca perde uma partida, é derrotado pelo amigo Daniel Smythe-Smith, o que o leva a inconsequentemente desafiá-lo a um duelo que muda a vida dos dois para sempre, deixando Hugh manco e Daniel sendo perseguido pelo pai de Hugh que que matá-lo. Depois de um acordo suicida, Hugh convence o pai a parar de perseguir Daniel e ele finalmente volta do exílio. Agora Hugh é convidado a participar de dois casamentos dos Smythe-Smith tanto porque eles o consideram seu amigo, quanto para que a sociedade deixe de julgar ou culpe Hugh pelo duelo. O único problema é que Hugh acaba virando par de uma das primas dos Smythe-Smith, Sarah Pleinsworth, no casamento de Honoria Smythe-Smith para substituir um parente doente, e ele sabe muito bem que ela o despreza. Sarah culpa Hugh por todo o infortúnio que abateu sobre sua família e principalmente por ela ter perdido sua primeira temporada, ela o despreza tanto que uma vez o confrontou sobre isso, e animosidade deles é palpável. Mas conforme os dois vão deixando as desavenças de lado e começam a substitui-la por afeição e admiração, será que os dois poderão ter algo real com todos os problemas que aquele duelo e o pai de Hugh causaram e ainda podem causar?

Box-Quarteto-Smythe-Smith-Julia-Quinn1

Sarah é a integrante do quarteto que ficou “doente” na última apresentação e foi substituída por Anne – agora noiva de Daniel. Sarah está dividida entre a felicidade de ver cada um de seus primos casando com a pessoa que ama e o vazio de ela ainda não ter isso para si própria, e encontrar Hugh novamente só a faz lembrar que ele a fez perder sua primeira temporada que poderia ter sido um sucesso e poderia já estar livre do quarteto que nunca gostou de fazer parte.

Hugh convive com as consequências de seus atos impensados. A recuperação de seu ferimento foi muito árdua, ainda mais sabendo que tinha arruinado a vida do amigo por conta de seu pai louco e vingativo. Ele barganhou alto com o pai e conseguiu pelo menos tirar este peso dos ombros garantindo contratualmente que a vida de Daniel nunca ficaria mais em risco. Entretanto, ele ainda tem a consequência física, sua perna ficou muito debilitada, de modo que ele sofre com dores constantes, manca e precisa do auxílio de uma bengala. Por um lado, é bom ter contato com os amigos novamente comparecendo aos casamentos deles, por outro, encarar os fatos de que suas limitações tiraram alguns prazeres que um homem pode ter na vida, só é mais um lembrete de seu grande erro.

Mais uma vez a Julia forma um casal incrível! Todas as interações de Sarah e Hugh são eletrizantes e ela traz mais uma forma de amor para esta série, na qual a paixão vem com o real conhecimento do outro. E ela ainda coloca Sarah de modo a ter um vislumbre do que é o dia a dia de Hugh quando ela torce o pé e precisa ficar sentada quase o tempo todo.

A Julia também é ótima para criar vilões porque o pai de Hugh é um demônio, obcecado por linhagem e vingança, não poupa ninguém para alcançar o que deseja. Hugh teve de fazer um acordo absurdo para controlá-lo, mas foi Sarah quem soube melhor lidar com o ser que se diz pai de Hugh. Aliás, adoraria que a Julia escrevesse um conto sobre Freddie, o irmão de Hugh, gostaria de saber se ele conseguiu ser feliz depois de todo o tormento que o pai monstro o fez passar.

Um livro cheio de doce momentos e com personagens complexos que nem a matemática tão fácil para Hugh poderia resolver, “A Soma de Todos os Beijos” é igual a “infinito mais um”, entretanto, meu casal favorito ainda é Honoria e Marcus, mas Sarah e Hugh e Daniel e Anne não ficam muito atrás.

leilane
Sobre leilane

Leitora apaixonada e colecionadora de livros e tudo relacionado a livros. Em um mundo cheio de atribulações, os livros são sua constante. Ama a família e os amigos. Fã de filmes e séries. Tradutora formada em Letras Inglês/Português e também é Bacharel em Turismo.

 

COMENTÁRIOS