“Escândalos da Primavera” encerra a série “As Quatro Estações do Amor” com um brinde à amizade

EM Resenhas
leilane
5 meses atrás

Escândalos da Primavera - Lisa Kleypas

Livro: Escândalos da Primavera
Autor:
Lisa Kleypas
Tradutor:
 Maria Clara de Biase
Série: As Quatro Estações do Amor – Livro 4
Nota: 4/5
Editora: Arqueiro
Páginas: 224

Depois do casamento e gravidez da filha mais velha dos Bowman, ficou claro para Thomas Bowman que ele já ficou tempo demais em meio a sociedade inglesa e está pronto para voltar para a América. Mas a filha mais nova, Daisy, já passou por três temporadas e ainda não arrumou um marido, por isso como homem prático e de negócios que é, declara novos termos para Daisy: se não encontrar um pretendente logo, ela se casará com seu associado e protegido Matthew Swift. Daisy nunca gostou dele e não tem a menor vontade de ser sua esposa, por isso ela recorre ao poço dos desejos que se provou eficaz no caso de sua irmã e amigas e pede que ela encontre o marido certo para ela. Entretanto, uma coisa engraçada dos desejos é que se você não tomar cuidado, pode realmente realizá-lo e com a inesperada chegada do pretendente escolhido pelo pai, ela descobre que Matthew não é o homem de negócios analítico e frio que ela sempre acreditou ser.

Escândalos da Primavera - Lisa Kleypas - Arqueiro

Chega ao fim mais uma série da Lisa Kleypas pela Editora Arqueiro e não poderia ter sido mais adorável! Daisy é a personagem mais imaginativa e meiga dessa série. Junto com a irmã e mais duas amigas, elas concordaram em ajudar umas as outras na conquista de maridos. Cada casamento resoltou em amor, e Daisy quer para si o mesmo, mas como uma garota que lê o tempo todo, vê formas em nuvens e parece ver o mundo diferente da maioria vai conquistar um cavalheiro que só deseja uma mulher para cumprir papéis exigidos pela sociedade e não ser ela mesma?

Matthew foi uma ótima surpresa, a personalidade que ele apresenta para o mundo é muito direta e certeira, tanto que é um excelente homem de negócios, entretanto, ele aprendeu a esconder tão bem seus pensamentos por conta de um segredo que isso inclui seus sentimentos por Daisy. Tanto que é com esse segredo que Lisa explora uma característica que adoro em sua escrita que é o clímax em suas histórias, de repente você está lá de boa esperando para saber qual é o segredo e um monte de coisas acontecem ao mesmo tempo prolongando o clímax por mais do que se esperaria para depois podermos respirar aliviados.

Gostei muito do casal e o fato de Daisy ter de aplicar uma manobra que não era nem um pouco de seu feito para finalmente impedir que ele fugisse do inevitável foi sensacional! Como as outras personagens principais, ela soube o que queria e não largou mão, mas a Evie ainda é a minha personagem favorita da série, entretanto, a Daisy não fica muito atrás.

Estou triste pelo fim, mas acho que a cena final não poderia ter sido mais perfeita com apenas as quatro amigas brindando pela amizade e tudo que conquistaram com o apoio uma da outra. Obrigada por mais esta excelente série, Lisa, e por publicá-la, Arqueiro!

leilane
Sobre leilane

Leitora apaixonada e colecionadora de livros e tudo relacionado a livros. Em um mundo cheio de atribulações, os livros são sua constante. Ama a família e os amigos. Fã de filmes e séries. Tradutora formada em Letras Inglês/Português e também é Bacharel em Turismo.

 

COMENTÁRIOS

  • Lara Caroline

    Oi Leilane, tudo bem?
    Morro de vontade de conhecer esta série, só vejo elogios dos livros e como adoro romance de época, sóme senti ainda mais tentada a ler os livros da autora.
    Beijos

  • Alessandra Fernandes

    Oi, Leilane!! Como vai?
    Os livros, As quatro estações do amor é uma série da Lisa Kleypas que eu tenho muita vontade de ler, não só por ser romances de época, gênero que amo demais, mas sobre quatro “solteironas” que se juntam para ajudar umas as outras a fazerem bons casamentos.
    Conclui sua resenha tendo a certeza de que amarei todos os personagens, e fico muito feliz em saber que o livro fecha a série com chave de ouro.
    Bjokas!