“Nem Tudo Será Esquecido” é uma leitura obrigatória para fãs de thriller psicológico

EM Resenhas
Glauce
4 meses atrás

nem-tudo-sera-esquecidoLivro: Nem Tudo Será Esquecido
Autor: Wendy Walker
Tradutor: Maryanne Linz
Nota: 4,5
Editora: Planeta
Páginas: 288

Vou começar essa resenha informando que não poderei dar muitos detalhes sobre o livro, para não estragar o suspense que há nele, okay?

“Tudo na vida é um estado de espírito, não? Todos estamos apenas andando lentamente para nossa cova, tentando não pensar nisso, tentando achar sentido, passar o tempo de forma agradável. Olhe em volta. Todo mundo estará morto em cem anos.”

O livro escrito por Wendy Walker, “Nem Tudo Será Esquecido”, é um thriller psicológico que contará a história de Jenny Kramer, uma adolescente de 15 anos que durante uma festa acaba sendo violentada sexualmente; abalando a até então a perfeita cidade de Fairview, em Connecticut. Horas após o ocorrido, seus pais entram em um acordo, decidem administrar medicamentos para fazer com que as memórias do incidente sejam apagadas. Porém, até onde não ter memória é bom?

Apesar de Jenny não se lembrar do ocorrido, ela se sente perdida e incompleta, ela passa a viver uma vida de aparências, aparenta ser uma adolescente normal, vai à escola, as compras com a mãe, porém, para Jenny algo está errado, e isso a consome fazendo com que ela passe a desejar a morte.

“Ninguém, nenhum de nós, se mostra por completo para outra pessoa. [..] Mentiras leves, mentiras sombrias, um milhão de mentiras, várias vezes a cada dia, em todo lugar, por todos nós. Estamos sempre escondendo algo de alguém.”

O livro é narrado em primeira pessoa por uma personagem que não sabemos quem é e que só será revelado do meio do livro em diante, e isso torna a narrativa ainda mais intrigante, porque os fatos, acontecimentos e opiniões são expostos de uma maneira que faz com que o leitor construa as suas próprias teorias sobre os acontecimentos.

nem-tudo-sera-esquecido1

Apesar do tema central do livro ser o estupro, outros assuntos são abordados, nosso narrador misterioso nos apresentará vários problemas psicológicos, que nos faz questionar se a autora tem alguma formação na área. Conforme as páginas vão passando, e as tentativas de achar o culpado, outros “problemas” vão surgindo, alguns esqueletos a muito tempos escondidos vão aparecendo, alguns segredos vem à tona, mostrando que a possível família perfeita pode não ser tão perfeita como eles aparentam ser.

A história é muito bem construída, rica em detalhes, o que em alguns momentos podem vir até ser perturbador, como é o caso do detalhamento dos dados físicos causados pelo estupro. A autora, com sua escrita cuidadosa e frieza, com os personagens bem estruturados, consegue passar credibilidade e veracidade a história. Esse thriller psicológico tem a capacidade de nos deixar angustiados, perplexos, tristes do início ao fim; surpresa é o que não falta nele. Teremos sentimentos e ações dissecadas, que deixará exposto a crueldade do ser humano, e a complexidade da mente humana.

“Todos somos atraídos por incidentes lascivos, pela violência e pelo horror. Fingimos não ser, mas é da nossa natureza.”

Para quem é fã desse gênero, tenho a audácia de dizer que é quase uma leitura obrigatória. O livro fez tanto sucesso lá fora que teve os seus direitos vendidos para o cinema, adquiridos pela produtora da atriz Reese Witherspoon, responsável pela adaptação de “Garota Exemplar”.

Glauce
Sobre Glauce

Sagitariana que ama sua liberdade física e emocional. Uma Biomédica Imunologista de formação, que nutri um paixão não tão secreta pela Bacteriologia e Aviação.... Viciada em livros, sendo uma bookaholic por opção e paixão, que sonha com o brevê... Uma pessoa que se pudesse passaria a vida em curso, uma hora aqui outra lá.

 

COMENTÁRIOS

  • Lara Caroline

    Oi Glauce, tudo bem?
    Adorei sua resenha deste livro, principalmente por você não revelar os detalhes importantes para a trama, mas mesmo assim conseguir me convencer a ler.
    Gostei bastante da premissa do livro, e mesmo sendo um livro forte acho bacana a leitura.
    Beijos

  • Alessandra Fernandes

    Gostei de saber que é um thriller psicológico. Gosto do gênero e logo lerei este livro. Também gostei do fato da narrativa não focar somente no estupro de Jenny, mas também em outros problemas da família.
    Livro forte e intenso. Lerei sem falta.
    Bjs, Glauce!