“Um Amor para Lady Johanna” é uma bela história de autodescoberta e valorização do eu feminino

EM Resenhas
leilane
4 meses atrás

um-amor-para-lady-johanna-julie-garwoodLivro: Um Amor para Lady Johanna
Autor:
Julie Garwood
Tradutor:
 Cely Couto
Nota: 5/5
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 400

Ao descobrir que seu marido está morto, Lady Johanna não deseja outro casamento, entretanto, o Rei John ordena que se case novamente com outro barão, mas por sugestão do irmão de Johanna, ela se casa com o guerreiro escocês e lorde, Gabriel MacBain. Ele é grande, lindo e intimidador, mas aos poucos Lady Johanna vai aprendendo que o que teve antes não foi um casamento, que um relacionamento pode ser prazeroso e lhe trazer felicidade e que ela é muito mais forte do que jamais imaginou.

“Um Amor para Lady Johanna” é mais um excelente romance de época que a Universo dos Livros adiciona ao seu catálogo. Ambientado nas Terras Altas do século XIII, Julie Garwood aborda os conceitos distorcidos da época sobre o papel da mulher na sociedade e o absurdo de determinados pensamentos, como a mulher sendo o menos importante dos seres, enquanto o homem é o mais importante. Tanto que este livro tem um prólogo e epílogo impactantes que demonstram bem esse pensamento.

um-amor-para-lady-johanna-julie-garwood-universo-dos-livros

Para desenvolver e ao mesmo tempo desconstruir – destruindo – esse pensamento, a autora nos apresenta uma personagem que sofreu uma série de abusos físicos e psicológicos nos três anos que durou seu primeiro casamento. Ao longo do livro, a personagem sai de seu estado amedrontado e retraído dos traumas, descobrindo mais sobre si mesma e se tornando cada vez mais forte.

O romance desempenha um papel importante aqui e também é muito bonito por ter tantas nuances. Gabriel é bem exasperante na maior parte do tempo com sua vontade de colocar Johanna dentro de uma redoma para protegê-la, mas ela mais do que prova de que não é uma criatura frágil, o que acaba criando um jogo de vontades divertido com muito romance e sensualidade envolvidos.

Definitivamente o livro tem muitas camadas, uma mulher já sofre diariamente nos dias de hoje com isso, imaginem no passado, por isso foi muito interessante a abordagem aonde a Johanna desconstrói  esses pensamentos já baseada no que sentia de que tudo aquilo estava errado e no que vai aprendendo. Mas, o mais interessante nessa autodescoberta é que ela compreende e já deixa a mensagem da necessidade de educar as próximas gerações para eliminar o pensamento da inferioridade da mulher – e este é um trabalho bem árduo e contínuo, ou seja, o livro traz uma mensagem essencial. Aliás, tanto este livro como de outras autoras de grande sucesso do gênero constroem personagens com valores que são em prol da mulher e há sempre uma mensagem de empoderamento feminino por trás, acho que por isso que sou tão fã dessas histórias.

leilane
Sobre leilane

Leitora apaixonada e colecionadora de livros e tudo relacionado a livros. Em um mundo cheio de atribulações, os livros são sua constante. Ama a família e os amigos. Fã de filmes e séries. Tradutora formada em Letras Inglês/Português e também é Bacharel em Turismo.

 

COMENTÁRIOS