“Pela Lente do Amor” é mais um livro da Megan Maxwell por qual vamos nos apaixonar

EM Resenhas
karina
7 meses atrás

capa-pela-lente-do-amorLivro: Pela Lente do Amor
Autor: Megan Maxell
Tradutor: Sandra Martha Dolinsky
Nota: 4/5
Editora: Essência
Páginas: 432

Em “Pela Lente do Amor” temos uma protagonista que começa fazendo o que muita gente gostaria, mas não tem coragem para fazer, Ana ou pato (como a nossa personagem principal foi apelidada pela irmã), toma as rédeas da própria vida e abandona o berço de ouro no qual nasceu, rompe com o noivo que sua mãe amava e muda-se de Londres para a Espanha para começar a vida do zero e viver o sonho de ser fotógrafa.

Há uma passagem de tempo considerável para que possamos nos situar e entender que agora, em sua nova vida, Ana é bem-sucedida por mérito próprio, tem um estúdio de fotografia junto com sua melhor amiga e sócia Nekane que vai muito bem; até que o destino, ou a vizinha, resolve colocar Rodrigo no caminho de Ana; a Vizinha que mora no prédio onde Ana tem o estúdio acaba causando um pequeno incêndio e Rodrigo é um dos bombeiros responsáveis por controlar o fogo no prédio.

É aí que as coisas esquentam (não literalmente) e a confusão começa, Rodrigo é um cara lindo e mulherengo na mesma proporção e, como não podia deixar de ser, em um livro de romance, Ana se apaixona por ele, mas a princípio ele não dá nenhuma bola pois ele quer todo mundo e não quer ser de ninguém.

Com uma escrita incrivelmente fluida, as páginas que tem tudo pra desenvolver só mais um clichê mostra a mágica de que uma trama simples pode sim arrancar gargalhadas, lágrimas e suspiros e assim acompanhamos Ana que não obtém sucesso com Rodrigo e acaba transando com um gringo do qual ela só sabia o nome e estava de partida no dia seguinte, enquanto Nekane acaba se envolvendo com um outro bombeiro e, por conta disso, Rodrigo e Ana acabam se tornando amigos; claro que toda ação tem uma consequência e a consequência de Ana – que ainda está apaixonada por Rodrigo – não tarda a chegar…

“- Só pode ser o suíço que conhecemos na noite que fomos ao Garamond. Fazia três meses que eu não transava com ninguém, e uma noite que me liberei, pronto! Grávida! Mas… mas, não entendo. Nós usamos preservativo.”

Parece muito spoiler, mas juro que esse não é nem um terço de todas as confusões que Megan nos deu na história, os personagens são muito bem trabalhados e é fácil se reconhecer neles em vários momentos, isso faz com que torçamos muito, que odiemos com todas as forças a falta de comunicação que, às vezes, faz você esperar uma atitude que não vem.

Ana que não queria levar a gravidez adiante acaba contando a família que está grávida, mas para não admitir que o filho é fruto de uma noite de aventura compromete o amigo, lógico que Rodrigo descobre a gravidez e acha que é o pai…

Depois de toda essa bola de neve é a vez de Rodrigo entender o que realmente quer e correr atrás de uma coisa que potencialmente ele pode ter perdido, com doçura, aventura na medida certa, Megan cria uma história onde você vai não só torcer pelo casal principal, mas como também vai se apaixonar pelos outros personagens.

karina
Sobre karina

Biomédica por formação , bookaholic por paixão !

 

COMENTÁRIOS

  • Lara Caroline

    Oi Karina, tudo bem?
    Achei até legal a proposta do livro, tirando a parte do clichê acho que vale a pena a leitura. Fiquei surpresa ao ver que a Ana ficou grávida do gringo lá hahah nem imagino a confusão. Quando eu puder eu quero ler.
    Beijos