“Essa Luz Tão Brilhante” nos faz acreditar no amor e na esperança

EM Resenhas
yasmin
6 meses atrás

essa-luz-tao-brilhante-estelle-laureLivro: Essa Luz Tão Brilhante
Autor:
Estelle Laure
Tradutor:
 Ana Ban
Nota: 5/5
Editora: Arqueiro
Páginas: 208

Apesar da personagem adolescente, esse livro mostra o verdadeiro significado de ser um adulto!

“Essa Luz Tão Brilhante” conta a história de Lucille, uma garota de 17 anos que precisa lidar com a falta de adultos responsáveis na sua vida – de um lado temos o pai, que após um surto psicótico foi internado; e do outro temos a mãe, que após o surto do pai, decide passar umas férias longe das meninas, o problema é que ela nunca voltou dessas férias. Lucille precisa se tornar a dona de casa responsável para que ela e a sua irmã mais nova não sejam separadas ou vão para adoção, e entre tanta confusão na sua vida, tudo piora quando ela se apaixona por Digby, o irmão gêmeo da sua melhor amiga, mas o pior de tudo é que esse será mais uma das decepções na vida dela, pois ele tem namorada… ou será que o mundo ainda pode surpreendê-la de maneira positiva?

“Vou fazer tudo o que for necessário. Ninguém vai nos separar. Isso significa manter as coisas na máxima normalidade possível. Fingir. Porque as coisas não podiam estar mais longe da normalidade.”

Lindo, emocionante e um pouco romântico, esse livro mostra que apesar de todas as dificuldades que vamos passar durante as nossas vidas sempre, sem exceção, vai existir uma luz no fim do túnel que será capaz de dar esperança e nos proteger durante os momentos mais difíceis. Narrado em primeira pessoa pelo PDV da Lucille, esse livro tem capítulos curtos que possibilitam ainda mais o vício de leitura – afinal, você quer ver como a protagonista conseguirá sobreviver a toda essa confusão -, sendo que cada capítulo narra um dia da vida de Lucille após o abandono da mãe – começando a partir do dia 14, quando ela deveria voltar – além disso, a história possui alguns flashbacks para que possamos entender ainda mais toda essa loucura.

essa-luz-tao-brilhante1

Estelle Laure conseguiu traduzir de maneira honesta e até um pouquinho leve toda a confusão e dificuldades que uma garota de 17 anos passa quando se vê na necessidade de cuidar e criar sua irmã mais nova sem que ninguém descubra a verdade – o objetivo dela é manter as duas longe de abrigos ou que sejam separadas na adoção. Entre pensamentos de: como arrumar comida, como pagar as contas, trabalho e escola, vamos percebendo que Lucille nunca fui uma adolescente mimada ou infantil, mas que essas dificuldades fizeram ela amadurecer ainda mais, se tornando uma pequena mulher que precisa – ou pelo menos parece – segurar o mundo nas suas mãos.

“Como é que num dia Digby era o irmão reconhecidamente superfofo de Eden e no dia seguinte roubava o ar, causava calafrios e fazia todas as minhas entranhas se contorcerem?”

Eu me surpreendi muito com esse livro, visto que o enredo me tocou de maneiras que eu não estava preparada. Esse livro é aquele tipo de história que você pega com alguma expectativa e mesmo assim se surpreende, uma trama que mesmo depois das ultimas páginas, você ainda vai pensar em todos os acontecimentos e vai voltar a acreditar que o mundo – apesar de todas as guerras, injustiças, falsidades e problemas em gerais – ainda tem jeito, pois existe pessoas boas o suficiente – fadas madrinhas – que estão prontas para ajudar em momentos de dificuldades e compensar todos os elementos ruins da nossa sociedade. É um livro que todos deveriam ler.

yasmin
Sobre yasmin

Uma menina apaixonada por livros e que com eles já conseguiu passar por situações muitas vezes impossíveis.Curso a faculdade de jornalismo.

 

COMENTÁRIOS

  • Lara Caroline

    Olá!
    Já li varias resenhas deste livro, mas não fiquei muito curiosa para lê-lo. Acho que eu deveria comprar para investir na leitura já que eu vejo muitas pessoas falando super bem dele.
    Beijos

    • Yasmin

      Vai valer a pena 🙂

  • Alessandra Fernandes

    Yasmin, eu amei ler a sua crítica ao livro. Através da sua resenha, pude entender o quanto é profundo a narrativa de Essa Luz Tão Brilhante.
    O livro já chama atenção por sua linda capa, e o leitor sabendo que em seu núcleo possui uma história de superação e esperança, é irresistível não desejar conhecer a vida de Lucille. Eu, com toda certeza, vou querer.
    Bjs!

    • Yasmin

      Conheça, essa é uma daquelas histórias que precisa ser conhecida pelo máximo de pessoas possível!