A loucura pode ser bem mais intangível do que imaginamos

EM Resenhas
karina
7 meses atrás

Uma-Loucura-DiscretaLivro: Uma Loucura Discreta
Autor: Mindy McGinnis
Tradutor: Fábio Bonillo
Nota: 4/5
Editora: Plataforma21
Páginas: 388

Aos 16 anos, Grace está grávida, pior que uma gravidez na adolescência é uma adolescência em 1890 (se você for mulher). O pai no alto de todo seu orgulho a internou em um manicômio para escondê-la da sociedade. É com muito desconforto que conhecemos logo nas primeiras cenas descritas como Grace vive os piores momentos da sua vida, dos gritos enlouquecedores, maus tratos a um ambiente sujo do qual o único objetivo é desumanizar qualquer traço de dignidade que resta, Grace que já é extremamente calada, aos poucos tem acompanhado sua sanidade deteriorar.

“Todos eles tinham seus terrores, mas pelo menos as aranhas que viviam nas veias da garota nova eram imaginárias. Grace aprendera havia muito tempo que os verdadeiros terrores deste mundo eram as outras pessoas.”

Nem todo autocontrole do mundo diante das situações vividas é capaz de evitar que Grace tenha num surto onde ela não só acaba ofendendo, como também agredindo o médico responsável pelo Asilo, e como toda ação tem uma reação, ele a castigue duramente e ela perde o bebê [ISSO NÃO É UM SPOILER].

“Você aprendeu que a beleza pode lhe ser desfavorável, e sua constituição física é tão delicada que você nunca será capaz de defender-se. Seu cérebro é sua força; sua rapidez de raciocínio é a única coisa que pode libertá-la da execrável vida dos idiotas.”

Nossa empatia com a personagem cresce na mesma proporção com que Grace se sente vazia, numa sucessão de acontecimentos, ela acaba presa no porão do Asilo e conhece uma pessoa que parece conhecer seus segredos e, mais que isso, alguém que pretende lhe ajudar a sair dali.

É com a ajuda do médico Dr. Thornhollow que Grace foge e vai para um outro asilo, um asilo em Ohio onde conhece novas personagens. Nesse lugar, o Dr. Thormhollow passa a ser um mentor de Grace, pois sabe que ela não é louca e começa a favorecer a capacidade analítica dela para resolver uma série de assassinatos que tem ocorrido. Quando acontece a mudança de Boston pra Ohio, o livro perde um pouco o foco, por diversas vezes pensei que a autora tivesse se perdido na história; não seja cético como eu e acredite, pois os assassinatos ao fim são de extrema importância para fechar o enredo do livro

“Nós dois vimos coisas que ninguém deveria ser forçado a ver, e no entanto não vacilamos. Eu vejo o sangue e penso na pessoa que o está vertendo, ao passo que a sua mente está focada somente em quem o derramou. Meus pensamentos se concentram nas pessoas, e os seus, no quebra-cabeça. – E é exatamente por isso que eu preciso de você.”

Eu tinha expectativas diferentes com relação a história, embora todas as personagens sejam muito bem escritas eu queria saber mais sobre todas as personagens que Grace encontra nos manicômios tanto em Boston quanto em Ohio. A solução dos assassinatos é bem amarrada e para quem quer ler um bom livro de suspense, é uma leitura bem fluida, apesar de momentos de narrativa mais arrastada não dá para largar até descobrir quem está por traz de tudo.

Mas é nas entrelinhas que encontrei um pouco do que eu esperava, todas essas personagens são fictícias, sabemos que essa é uma história inventada, mas o questionamento que ficou é: Quanto essas personagens, há alguns séculos atrás não seriam reais? Quantas mulheres tiveram seus direitos de ir e vir tirados simplesmente por serem mulheres? E o fato de não haver um homem que salva a Grace de tudo e de todos por conta do amor ou envolvimento amoroso entre eles que me faz dar 4 estrelinhas para esse livro!

karina
Sobre karina

Biomédica por formação , bookaholic por paixão !

 

COMENTÁRIOS

  • Alessandra Fernandes

    Karina, desde que eu vi este livro pela primeira vez, tive um leve interesse. Sua resenha está sendo a primeira que estou lendo, e achei incrível a sua história. Além de contar sobre as dificuldades que as mulheres tinham naquela época, a trama tem todo o suspense que me instiga a procurar o livro para saber seu desfecho. Gostei demais, e espero ter a oportunidade de ler em breve.
    Bjs!

  • Lara Caroline

    Olá!
    Não tinha lido nenhuma resenha deste livro ainda, mas pela sua já me interessei muito. Quando olhei a capa pela primeira vez, não imaginei de que se tratava de um livro tão forte e com esses acontecimentos que tem. Achei bem legal a época que o livro se passa, e deve ser bem interessante conhecer um pouco disso. Quero ler pra já.
    Beijos