“A Caderneta Vermelha” é uma poética história de amor

EM Resenhas
yasmin
8 meses atrás

A-Caderneta-vermelhaLivro: A Caderneta Vermelha
Autor:
Antoine Laurain
Tradutor: Joana Agelica D’Avila Melo
Nota: 5/5
Editora: Alfaguara
Páginas: 135

Antoine Laurain traz uma história na qual o destino e o amor são as chaves principais da vida dos seus protagonistas. De um lado temos Laure, uma mulher que acabou de ser assaltada pois, além de estar arrasada por perder algumas lembranças guardadas lá dentro, ela também não consegue entrar no seu apartamento naquela noite, precisando dormir no hotel de frente do seu prédio. E do outro temos Laurent, um livreiro que encontra no lixo um bolsa feminina, a partir daquele momento ele decide encontrar a dona da bolsa. Laurent e Laure nunca se conheceram, porém, eles são os únicos capazes de trazer sentimentos bons para a vida um do outro.

“Existem amores efêmeros, programados desde o início para morrer, e em prazo bastante curto – em geral, só se toma consciência disso no momento em que acontece.”

“A Caderneta Vermelha” é um romance lindo, narrado de forma lírica e que trabalha o amor de maneira poética. A história é muito rápida, tanto que logo nas primeiras páginas já temos o assalto que dá início a toda essa trama de amor, porém, também é um enredo muito bem trabalhado com o único objetivo de contar essa história inusitada que pode se transformar num clássico romance, visto que ambos só vão se conhecer por conta da bolsa, devido a todos o objetos pessoais que Laure guarda lá dentro.

A-Caderneta-vermelha2

Com personagens secundários que acabam ajudando nessa busca, o livro é lindo, uma leitura extremante agradável de acompanhar e fez com que eu quisesse continuar e acompanhar esse desenvolvimento, tanto dos personagens como do enredo. O livro não tem capítulos, nem uma separação de conversas e pensamentos, mas as mudanças são tão graduais e visíveis, que não me confundiu, pelo contrário, fez com que a história ficasse ainda mais gostosa de acompanhar, como se você estivesse lendo a caderneta vermelha que contasse todos os acontecimentos e registros de Laure e Laurent.

“Para ajudá-los, a ele e a Laure. Como se essa tivesse sido sua missão desde sempre.”

Além disso, temos uma grande imersão na cultura francesa, algo realmente maravilhoso e que serve para nos situar ainda mais na história. Estou apaixonada pela “A Caderneta Vermelha”, como uma história tão simples conseguiu ser narrada de maneira poética, romântica e cercada de citações de livros. Nunca li nada do Antoine Laurain, mas fiquei muito curiosa para ler suas outras obras depois de ter me apaixonado profundamente por essa história.

yasmin
Sobre yasmin

Uma menina apaixonada por livros e que com eles já conseguiu passar por situações muitas vezes impossíveis.Curso a faculdade de jornalismo.

 

COMENTÁRIOS

  • Alessandra Fernandes

    Yasmin, lendo sua resenha eu percebi que A Caderneta Vermelha é um daqueles livros que chegam de mansinho, chamam atenção pela sinopse e capa, e acabam ganhando nosso coração por trazer uma história singela, amorosa e diferenciada. É um livro curtinho, mas que muito nos conquista. Amei!
    Bjs!

    • Yasmin

      Disse tudo 🙂

  • Cris Setúbal

    Eu adorei a premissa desse livro *-* Parece ser uma leitura bem rápida e envolvente, e adorei saber que o livro possui essa pegada poética (amo!). E já estou esperando que dê tudo certo pra esse casal. Adorei a resenha e espero poder ler em breve. Beijo!

    • Yasmin

      Sim, o livro é bem lírico <3

  • suzana cariri

    Oi!
    Esse foi um livro que me deixou bem curiosa pois geralmente quando temos historia menores e rápidas e enrendo fica mal desenvolvido e por saber que o autor consegue nos trazer uma historia curta mais bem escrita me deixou bem interessada nesse livro !!