“Mr. Mercedes” beira à loucura humana e surpreende até as últimas páginas…

EM Resenhas
Leticia
11 meses atrás

 

Mr-mercedesLivro: Mr. Mercedes
Autor: Stephen King
Série: Trilogia Bill Hodges – Livro 1
Nota: 5/5
Editora: Suma de Letras
Páginas: 400

“O carimbo é da cidade, o que não o surpreende. Seu correspondente quer que ele saiba que está por perto. Faz parte da provocação. Como seu correspondente diria, é… parte da diversão.”

Eu vou desabafar nessa resenha, eu sempre tive uma imensa curiosidade em ler algo escrito por King, a cada resenha lida e cada elogio de amigos próximos eu me sentia mais curiosa e instigada a ler algo do Rei do Terror, então podem imaginar que emoções senti ao receber esse livro e ter o imenso prazer de ler uma obra dele.

A história começa em uma noite fria de inverno, um grupo de pessoas desempregadas estão em frente um prédio comercial onde, no dia seguinte, haveria uma feira de ofertas de emprego, nessa fila estão Augie e Janice, que trouxe a filha pequena Patrícia porque não tinha com quem deixar a filha e decidiu que seria uma boa ideia trazer ela junto, afinal o que poderia acontecer de um ruim não é mesmo?

Bill Hodges é um detetive, desempregado e divorciado e que passa seus dias solitário em casa assistindo TV e comendo um monte de porcarias, sempre foi um ótimo policial, resolveu muitos casos importantes, mas nunca se perdoou por não ter conseguido pegar o Mr. Mercedes, um assassino frio e cruel que matou 8 pessoas em uma fila de desempregados e fugiu deixando apenas uma máscara sem qualquer forma de identificar sua identidade. Bill está cada vez mais afundado sem sua solidão e culpa, até o dia que em recebe uma carta do intitulado Assassino do Mercedes e sua motivação finalmente ressurge. Brady Hartsfield ou Mr. Mercedes é um homem retraído e trabalhador, sem atitudes que o façam se destacar e sempre com um sorriso no rosto esconde dentro de si um prazer em matar, uma personalidade insana, um tipo agressivo que nos levar a pensar suas motivações para cometer o assassinato de 8 pessoas e sentir um imenso prazer nisso.

Mr-mercedes1

Apesar de ser conhecido como Rei do Terror, em “Mr. Mercedes” não tive o prazer de ler sobre algo sobrenatural ou aterrorizante como se espera, mas sim vi uma história cheia de suspense, onde o enfoque é a crueldade humana, seu lado mais obscuro e frio colocado ali, na frente do leitor, em situações e cenas que beiram a fantasia tamanha a loucura que aparenta ser. King criou personagens tão reais e complexos que sentimos que estamos dentro de sua mente, prevendo o que vai acontecer e o que vão fazer. E é nesse ponto em que me senti presa e apaixonada pela história escrita do autor, que escreve com maestria e alto teor psicológico, que consegue fazer o leitor se sentir parte daquilo, parte daqueles personagens, dentro daquelas cenas, ele consegue te manter ansioso em cada parágrafo, à espreita esperando a próxima reviravolta.

“Mr. Mercedes” é o primeiro livro da “Trilogia Bill Hodges” (primeira leitura dele e já começo numa trilogia) e os últimos livros da trilogia tem previsão de serem lançados ainda esse ano aqui no Brasil, mas como uma boa amiga, já aviso que quem quiser ler o livro e tem medo por ser trilogia não se preocupe, o livro tem um desfecho, deixa aquela sensação de mais, porém, não ficam pontos soltos.

Leticia
Sobre Leticia

Fanática por HP e As Vantagens de ser Invisível, extremamente ciumenta com seus livros e amigos, tem uma cachorrinha chamada Neve que é o grande amor de sua vida, atualmente estuda psicologia e está cada dia mais fascinada pelo curso que escolheu.

 

COMENTÁRIOS

  • Alessandra Fernandes

    Leticia, do mestre Stephen King tive o prazer de ler duas de suas obras e desde então virei uma grande fã, não só de suas histórias mas também de sua maravilhosa escrita. E para uma grande fã, não tem como não ficar intrigada com esta horripilante história. Sr.Mercedes tem aquele terror que só o King consegue criar e nos fazer prender do começo ao fim da narrativa. O assassino é de uma desumanidade e crueldade que pouco cremos que alguém foi capaz de criar um personagem assim. Estou realmente de queixo caído com sua resenha e nem consigo imaginar o livro pela tamanha ansiedade que estou para lê-lo. Resenha sensacional!
    Bjs.

  • Karina Carvalho

    Stephen King é quase uma entidade de escrita neh ? Estou louca pra ler escuridão total <3 …o cara é uma maquina de publicar bons livros , adorei a resenha que só aumentou minha vontade de ler …ano que vem quero fazer o projeto It a coisa ( mas pra isso preciso de um kindle) pqsem chance de ler em fisico rs!

  • Paac Rodrigues

    esse homem é maravilhoso <3

  • Stephen King é Stephen King né? Último que li dele foi Sob a Redoma e meu, você não para…é uma página atrás de outra e você sempre quer mais, pelo visto esse é mais um livro desse estilo,você falou ali que não é algo sobrenatural, mas acho que mesmo falando que quando se trata de ser humano e tals é mais terror ainda, ver do que as pessoas são capazes às vezes dá mais medo do que um carro possuído, por exemplo.
    Essa trilogia já tá a um tempo nos meus desejados, entretanto eu vou esperar eles lançarem tudo, afinal Achados e Perdidos, que é a continuação, já tá em pré-venda.

  • Marina Gomes

    Sou medrosa e achava que era de terror, li apenas um livro do Stephen e durante o dia por não conseguir ler a noite, fiquei mais aliviada sabendo que esse não tem nada de sobrenatural, mesmo assim é uma história forte, tenho que criar muita coragem para ler, raramente leio livros policiais igual esse.

  • suzana cariri

    Oi!
    Quero muito ler algo do Stephen King, vejo as pessoas falarem muito sobre seus livro mas ainda não tive oportunidade de ler nada nesse autor e lendo a resenha gostei muito desse livro principalmente por temos mais suspense que o terror em si, e fiquei curiosa sobre a escrita do King pois parece que ele retrata muito bem seus personagens !!

  • David Galan

    King é mestre, isso é indiscutível. Mais um livro para ler dele e esse mostrando aquela face do assassino que leva uma vida dupla onde ninguém desconfia de seu desejo de matar, a trama é sempre muito bem construída, os personagens são excelentes e tem o selo Stephen King de qualidade, não poderia querer mais ler esse livro.