Apaixonada por “Orgulho e Preconceito”, Dani Atkins fala um pouco sobre “Uma Curva no Tempo”

EM Colunas
yasmin
2 ano atrás

Uma-curva-no-tempo-entrevista-banner

Autora do lindíssimo “Uma Curva no Tempo”, Dani Atkins foi mais uma autora internacional que nos deu a honra de conhecer um pouco mais sobre o seu processo criativo!

Dani Atkins que “sempre foi fascinada pela aquela pergunta: ‘E se?’”, nos encantou com a história de Rachel, uma mulher que tinha um futuro promissor e que após alguns anos do acidente que matou seu melhor amigo, fica se perguntando como seria sua vida se aquele momento fosse diferente.

Entre as habituais perguntas sobre a história, Dani foi muito educada e ainda respondeu algumas curiosidades sobre ela. Confira a entrevista completa:

1 – “Uma Curva no Tempo” é um daqueles livros que você luta pelo inevitável, desde o começo sabemos o que vai acontecer com a personagem. Como foi desenvolver a história?
Todas as vezes que começo a escrever um livro já tenho uma ideia bem clara do primeiro e do último capítulo. É a parte do meio que é sempre um mistério. Antes de começar “Uma Curva no Tempo”, passei bastante tempo pensando no desenvolvimento da história antes de escrever qualquer palavra. Ajudou muito conversar com minha família e aparar algumas arestas do enredo antes de ir em frente com o livro. Minha família foi uma plateia de teste inestimável e “Uma Curva no Tempo” não seria o livro que é sem eles.

2 – Rachel é uma personagem incrível, muito realista e conflituosa. Teve alguém que influenciou diretamente na criação da personagem? Quem?
Muitas características da minha filha fazem parte de Rachel – as duas até têm a mesma aparência! “Uma Curva no Tempo” na verdade existe por muitas razões, mas principalmente por causa da minha filha, Kimberley. Eu comecei a escrever o livro assim que ela saiu de casa para começar a universidade. Acho que é por isso que o romance inicia com um grupo de amigos prestes a embarcar em suas próprias vidas universitárias. Os nomes dos personagens principais foram todos “emprestados” do grupo de amigos da minha filha (o namorado dela se chama Jimi e uma de suas melhores amigas se chama Rachel!).

3 – Apesar de curta, a história é linda e emocionante. Como você teve a ideia de criar a trama?
A ideia para “Uma Curva no Tempo” já estava em segundo plano, ainda não formada, em minha mente há um bom tempo. Sempre fui fascinada pela aquela pergunta: “E se?” A ideia de poder regressar no tempo e ser capaz de reescrever a própria vida, mudando os resultados que moldariam o seu futuro, foi o gancho para a história. Quem não gostaria da chance de voltar ao passado e fazer algo diferente se pudesse?

4 – O livro lembra muitos filmes – sucessos e clássicos – que falam sobre amor dessa mesma forma. Você se inspirou em algum deles para escrever a história? Se sim, poderia falar qual?
Acredito que quando alguém escreve um livro, essa pessoa é influenciada pelas mais variadas coisas: acontecimentos na vida pessoal, histórias contadas por amigos – ou mesmo estranhos –, livros lidos e filmes assistidos. O truque é extrair minúsculos fragmentos de todas essas influências e criar algo novo. Apesar de haver semelhanças entre “Uma Curva no Tempo” e alguns elementos de determinados programas de TV e filmes que algumas pessoas comentaram (“De Caso com o Acaso” é um filme que frequentemente comparam com meu livro), eu espero que eu tenha conseguido dar para esta nova história uma reviravolta intrigante.
Em seu cerne, “Uma Curva no Tempo” é uma história de amor, e embora o que acontece na vida de Rachel seja único, acredito que os leitores mundo afora conseguem se identificar com isso e com os relacionamentos dela com a família e amigos.

Dani Atkins

Conhecendo mais Dani Atkins!

Qual seu livro favorito?
“A Dança da Morte” de Stephen King.

Se você tivesse a chance de viver um personagem, qual seria?
Acho que seria Elizabeth Bennet de “Orgulho e Preconceito” de Jane Austen. Algumas vezes penso que talvez eu tenha nascido na época errada.

Temos a chance de algum dia conhecê-la pessoalmente aqui no Brasil?
Apesar de não ter nada planejado no momento, definitivamente é um país que eu adoraria visitar. Quem sabe… Talvez um dia.

yasmin
Sobre yasmin

Uma menina apaixonada por livros e que com eles já conseguiu passar por situações muitas vezes impossíveis.Curso a faculdade de jornalismo.

 

COMENTÁRIOS