Planeta dos Macacos: A Origem do diretor Ruper Wyatt

EM Críticas
yasmin
6 anos atrás
Sinopse:


A arrogância do Homem deflagra uma cadeia de acontecimentos que leva os símios a ter outro tipo de inteligência e a desafiar nosso posto de espécie dominante no planeta. Caesar, o primeiro símio inteligente, é traído pelos humanos e se revolta passando a liderar a incrível corrida de sua espécie rumo à liberdade e ao inevitável confronto com o Homem.


Elenco: 

James Franco
Freida Pinto
Andy Serkis
Brian Cox
Tom Felton

Eu admito que eu nunca assisti nenhum dos outros filmes da série “Planeta do Macacos”, então se eu deixar passar algum detalhes, peço que vocês leitores me corrijam.


O filme começa mostrando de Will Rodman, um cientista à procura da cura para o mal de Alzheimer, com um único objetivo: curar seu pai, cuja doença já está muito avançada. Após muitos anos de pesquisa, Will está quase sendo despedido devido aos altos custos de suas pesquisas e os poucos resultados; porém (por sorte ou azar, não sei dizer) ele descobre o ALZ-111, um vírus que parece ser a solução perfeita.


Porém, os macacos usados como cobaias parecem não só se curar da doença e sim, desenvolver um intelecto muito maior do que os humanos: prova disso é Cézar, um filhote da principal cobaia nesse experimento.


Mas como nada é perfeito, o vírus parece causar muitos efeitos colaterais e para evitar a contaminação de outras pessoas, é necessário sacrificar todas as cobaias. Mas é claro que Will, que ainda não desistiu de seus experimentos, adota Cézar e o leva para morar em sua casa. Com o tempo, o macaco parece adquirir cada vez mais habilidades, até que após um incidente com vizinhos, é mandado para um abrigo de animais.


Nesse meio tempo, Will fica arrasado com a perda de seu melhor amigo, porém acontece uma coisa maravilhosa: ele consegue desenvolver uma evolução do AZL-111 que parece ser a solução perfeita para a doença de seu pai. Porém, essa felicidade dura pouco, ao descobrir, na prática que esse vírus é fatal para humanos.


Leitores, eu não vou entrar em detalhes a partir daqui porque senão perderá toda a graça do filme.


Enfim, só o que posso dizer é que acontece o que todos já sabem: uma revolução dos macacos contra os humanos. O filme passa uma mensagem muito interessante, focando na arrogância humana e mostrando como nós somos seres frios e calculistas.


Recomendo a todos, principalmente aos que como eu, sou fãs de uma boa história com um fundo filosófico.



yasmin
Sobre yasmin

Uma menina apaixonada por livros e que com eles já conseguiu passar por situações muitas vezes impossíveis.Curso a faculdade de jornalismo.

 

COMENTÁRIOS